29 de novembro, 2021

RECAM participa do 36º Festival Internacional de Cinema de Mar del Plata

A RECAM esteve presente no 36º Festival Internacional de Cinema de Mar del Plata organizado pelo Instituto Nacional de Cinema e Artes Audiovisuais (INCAA) de 18 a 28 de novembro. Nesta edição, a RECAM concedeu o Prêmio ao melhor curta-metragem do Mercosul nas competições oficiais, e organizou a segunda edição da Mesa Redonda "Acessibilidade Audiovisual: Desafios e experiências na região".


O curta argentino "Las máquinas tristes", de Paola Michaels, foi o vencedor do Prêmio RECAM, que consiste em duzentos e cinqüenta dólares, a legenda em português, uma cópia acessível para cegos e deficientes auditivos e a opção de integrar o catálogo da Rede de Salas Digitais do Mercosul. O júri, composto por membros dos quatro países, destacou "sua ampla recepção e seu valor educativo, crítico e reflexivo, que funciona como uma síntese da existência em nosso tempo e ao mesmo tempo atemporal. Com imagens de robôs e diálogos entre assistentes de inteligência artificial, a sensibilidade do cineasta nos desafia e nos convida a repensar este mundo".


O Júri também decidiu dar uma Menção Especial ao curta "El espacio sideral" de Sebastián Schjaer pelo "clima interessante criado com a experimentação da linguagem cinematográfica e a misteriosa combinação entre dois mundos como uma celebração da amizade. O diretor, em sua nova e genuína busca, propõe uma outra maneira de ver o cinema, que não é nova, mas diferente, e os protagonistas, enquanto buscam sua identidade, encontram uma maneira de acompanhar uns aos outros em outras dimensões".


A RECAM também integrou a programação de Atividades Especiais do Festival com a organização da Mesa "Acessibilidade Audiovisual: Desafios e experiências na região", que teve como foco a profissionalização, a conscientização do setor audiovisual e da sociedade, assim como a importância do intercâmbio de experiências para a formação de redes de colaboração entre esses espaços. Participaram da mesa Noelia Baillo (vice-presidente da Unión Nacional de Ciegos del Uruguay), Maximiliano Pinela (Plataforma Acessível Teilú, Córdoba), Federico Sykes (diretor do FiCSor e professor em acessibilidade para surdos), Chico Faganello (cineasta e produtor do Filmes Que Voam, Florianópolis) e Damián Laplace (diretor do Programa Cinema Inclusivo, INCAA). A moderadora foi María Laura Ramos (especialização em Textos Audiovisuais e Acessibilidade). A conversa está disponível no canal do Festival no YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=XOk1ate-vcw


  • info: www.mardelplatafilmfest.com

Compartir en Facebook